domingo, 4 de janeiro de 2009

E pra 2009?

Escrevi no meu fotolog sobre o que seriam meus planos pra esse ano, e vou transcorrer um pouco mais sobre o assunto aqui. Lá escrevi que esse ano farei apenas o essencial e o necessário. Nada de perder tempo com coisas fúteis. Claro que não posso dizer que "só farei" (vale muito a intenção) mas pelo menos será o foco. Mas... como assim?

Bom, esse ano deixei muitas pendências. Fui muito fraco diversas vezes e me deixei levar pela maré. Me deixei acontecer. Sem mudanças de curso muito violentas ou freadas bruscas. Fiz o mínimo de esforço possível pra me manter "correto" e isso trouxe consequências que vão durar bem mais do que só mais esse ano. Mas são coisas com as quais lidarei e superarei. Uma hora isso passa.

E realmente a culpa foi toda minha. Por mais que eu tente mascarar dizendo que o rompimento de um relacionamento com a pessoa que mais amei até o dado momento é que seria o culpado, tenho que levantar o rosto e dizer que eu me deixei levar. Por que eu quis. Por que senti que seria melhor. Que seria melhor não sentir mais nada. Nem levar mais ninguém a sério. A única que interessava eu havia perdido. Mas perdi bem mais nesse ano.

Também decidi no final desse ano não me lamentar mais. Não fazer a clássica pose de coitado. Aconteceu, aconteceu. Nada mais há de ser feito com o que passou. Claro, pode-se resolver o que ainda vem. Concertar creio que seja impossível. Mas pode ser possível refazer. Estou pronto pra tanto. Já foi definido. Esse é o ano de deixar de ser covarde.

2 comentários:

Lalá disse...

Moço,

post corajoso!

perder alguém que a gente gosta é cruel. desistir tbm.

mas, como vc mesmo acredita que existe alguém especial pra tds, acredito que talvez não tenha sido a hora certa.

nesse ano, não custa esperar.

Carine Passos disse...

Concordo com o comentário acima:
perder alguem que você gosta é cruel.

Mas sempre é tempo de inovar, tbm prometi qe esse ano eu vou mudar, vou tentar colocar em prática tudo que eu quero.

Muito bom o post.

beeijos ;*